terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Espatódea

Minha cor Minha flor Minha cara

Quarta estrela Letras, três Uma estrada

Não sei se o mundo é bom Mas ele ficou melhor Quando que você chegou E perguntou: Tem lugar pra mim?

Espatódea Gineceu Cor de pólen

Sol do dia Nuvem branca Sem sardas

Não sei se o mundo é bom Mas ele ficou melhor Quando que você chegou E explicou O mundo pra mim

Não sei se esse mundo está são Mas pro mundo que eu vim já não era Meu mundo não teria razão Se não fosse a Zoé

Espatódea Gineceu Cor de pólen

Sol do dia Nuvem branca Sem sardas

Não sei quanto o mundo é bom Mas ele está melhor Desde que você chegou E explicou O mundo pra mim

Não sei se esse mundo está são Mas pro mundo que eu vim já não era Meu mundo não teria razão Se não fosse a Zoé

.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Favoritos Detalhes

Aquele "Te Amo" escrito no all star me chama a atenção. A mochila azul pequena,grande o suficiente pra carregar teus sonhos nas costas. A bermuda camuflada é pra intimidar os que questionam sobre você. A raposa rabiscada numa folha minha mostra tua devoção. O coração torto desenhado no canto da mesma,não retrata o verdadeiro. A camiseta quadriculada,de botões que eu já usei tanto,a preferida,faz charme pros olhos enquanto você conversa. O escudo do nosso time no teu peito pula com as batidas do coração com orgulho. O MP4 com todas as musicas favoritas,nossas trilhas. Umas fazem viajar,outras pensar,algumas lembrar.... A Havaiana branca inseparável,incansável,sempre apoiando,guiando e aguentando tudo por você,com você. O sorriso que incendeia qualquer lugar,verdade e pureza são os primeiros à se encontrar. Tudo pra mim é viver.

A caixa de vidro e a Liberdade

Na minha frente,uma janela,colunas e um pedaço de céu. Correria em toda e qualquer direção. O relógio analógico arrastando o tempo,o céu cinzento e um passarinho na janela. O vidro é escuro,dá uma cor diferente as coisas e o passarinho bicando a janela. Não me vê. eu o vejo. Ele parece sentir os movimentos na sala desse lado da janela fechada. Tão pertinho,acho que até dá pra tocar. Tão pequeno,dá pena de ver tão indefeso. Veio dizer preu não esquecer que atrás da janela existe um mundo de detalhes que mesmo daqui dá pra ver,mas que pra sentir é preciso estar do outro lado.o de fora.

Aquele mesmo chão de estrelas

Eu lembro dela, sentada olhando a luz do sol brilhando no chão criando estrelas. Ela pensativa como da primeira vez,como sempre,talvez questionando sobre o mundo,a vida,as pessoas....talvez as que existiram,as que apareceram e logo partiram,as existentes... no rosto via-se desespero,algo à aflingia. Quem sabe palavras mal ditas e letras com formas brutas... No caminho estenço do fone branco,uma musica que lembrava alguém. Nada do passado,nada que a faça voltar num tempo já inexistente,a musica era fresca. E lembrava alguém. As vezes parecia que a palavra saudade ganhava força a cada segundo que se passava,mergulhada em pensamento. A pele,meio transparente deixando aparecer o coração meio fraco aquele dia,em batimentos irregulares. Os olhos brincavam nas estrelas do chão.um bloqueio fora criado...não se via sofrimento nem tristeza,mas angustia ali era presente. Eu via medo.as perguntas retóricas e as sem resposta,todas eu lia no rosto dela. A boca,ela não abria. Nas duas linhas retas existentes no cotidiano ela percebeu que nada valia se perder assim pra si mesma.ele existe,ele a ama. Os olhos se fecharam com força por alguns segundos,e quando abriram lágrimas haviam se formado. Ela forçou um meio sorriso pras estrelas.e de volta ao real,o mundinho fora de sua cabeça,ela se guiou e se restaurou.sabia da existência dele e conhecia o tamanho do seu amor por ela.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Devaneios

Eu já abrí portas e janelas já desnudei minh’alma já perdí a calma…. em algum momento Meus cabelos estão ao vento minha vontade faz insano o pensamento Sou mulher e criança ao mesmo tempo e nessa tempestade que me encontro perco o rumo…. rolo na cama….Pois, não me contento com a mesmice e a calmaria para mim, soa como tédio Preciso ser arrebatada pelo forte furacão Preciso sentir o desejo intenso e constante No amor, mil loucuras, perder o chão A dor, a mais profunda e doída O prazer mais bizarro, devassidão Para ter corpo e alma lançados ao inferno E sorrir como anjo no paraíso. .

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Eu lembro.

"..cabelo solto, tatuagem, blusa apertada, maquiagem olhos 'castanhos' pintados, procurando o céu lembrando um tempo já perdido de amor; visando o paraíso e ele se foi pra nunca voltar mais.. ela só quer pensar em coisas mais normais lembrando as juras mentirosas, minutos que viravam horas e a nuvem cor de rosa que cobria o sol vivendo em um pesadelo, tentando não se olhar no espelho ninguém sabe ao certo o que ela tem ela só quer achar alguém que a trate bem [..] sem nada pra dizer ela só passa a noite inteira em frente a TV até o amanhecer .. até o amanheceeeer" ♪

domingo, 22 de novembro de 2009

Se desse doce... hmm ;)

Hey! você viu? você viu? não?! está nas capas dos jornais!!! "julgar é o que há" destaque do dia ;) NÃO! da semana baby! nháa,e quem disse que ligamos? rs,gargalhadas são bem vindas todos os dias,a qualquer momento,com qualquer palavra 'atirada'. Nós,eu e ele sabemos que o além desse mundo existe,passeamos por lá todos os dias enquanto nos permitimos. talvez tempo,amor,interação,fora o que faltou pra ti. o além existe sim,você conhece?! o ingresso?! amor verdadeiro. talvez isso,faz falta na tua vida. as vezes reclama demais! pode até ser comparada com criança bobalhona que deixa o sorvete cair no chão. mas... ainda não sei,porque olhar pros lados ainda é tão importante? porque não é tão bom assim 'focar' no que se tem à frente? ¬¬' poupa um pouco. atingir com palavras é feio! você já devia saber disso e muito bem. se desse doce,já teria morrido de glicose altíssima! viva o que lhe foi dado,aceite que o destino existe e que esteve e esta presente na tua vida.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Outro tipo de mundo

- Foram dois estalos rápidos no pescoço quente. arrepio estantâneo nos dois corpos em fervo. A atmosfera era só vento frio,corpo quente,cheiro nas roupas,e respiração (suspiros) no rosto um do outro.desejo visível contido. Nada ali,naquele momento tinha necessidade de existência.somente existia o que se movia entre a gente: boca,mãos,lábios e coração. um só coração compartilhando o momento . Mãos grandes e fortes,quentes agarrando com vontade e delicadeza o rosto,suplicando mais segundos,mais minutos,mais horas. Os pés se afastam do chão,olhos fechados enxergando um outro tipo de mundo.a paz de sempre(que mesmo distante se sentia)reinando possuindo nossos corpos e mente. O coração tão cheio,tão sentimental,tão dormente,tão intencionado, meio bobo apaixonado. [03/10/09] ♥

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Não Vá Embora (MarisaMonte)

- "E no meio de tanta gente eu encontrei você Entre tanta gente chata sem nenhuma graça, você veio E eu que pensava que não ia me apaixonar Nunca mais na vida Eu podia ficar feio só perdido Mas com você eu fico muito mais bonito Mais esperto E podia estar tudo agora dando errado pra mim Mas com você dá certo Por isso não vá embora Por isso não me deixe nunca nunca mais Por isso não vá, não vá embora Por isso não me deixe nunca nunca mais Eu podia estar sofrendo caído por aí Mas com você eu fico muito mais feliz Mais desperto Eu podia estar agora sem você Mas eu não quero, não quero Por isso não vá embora Por isso não me deixe nunca nunca mais Por isso não vá, não vá embora Por isso não me deixe nunca nunca mais" ♥

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Filme Inédito 2

- Segunda Parte - O portão abriu,eles entraram. o lugar já era conhecido,sim e lembrado com mérito! ela ainda com atrasos visuais,ele com a cara meio sagaz. alguns pequenos tropeços ignorados, o silêncio na casa ,só o barulho dos passos ... algumas perguntas e respostas,uma volta rápida no tempo e aos poucos as roupas deixam o corpo,uma porta se feicha,um chuveiro jorra água quente . a cabeça se refresca,os olhos se aprumam,as pernas obedecem, as mãos se soltam.. na boca um pedido,que pra ele fora uma ordem. molhados de suor e água quente,novamente no momento exato permitido pelos corações,com o mesmo desejo,ali um mundo novo se fez. o já existente pros meros mortais,tornara-se inexistente pros dois. o tal casal. não se lembravam de horas,de dias, de vidas. o momento não os deixava pensar. ela vermelha, ele sorridente... os dois faiscando desejo e mais desejo. o carnal e o espiritual. pra ela,tudo parou. transe, e toalha na mão. depois? mais diversão! e mais e mais e mais. às 7:34 o sono quase trancava os olhos. eles não queriam dormir, queriam permanecer deitados , um ao lado do outro,sentindo, livres e da forma mais simples e completa . se aconchegaram um no outro,respiraram,se admiraram e dormiram. sonhos ? não,não. o sonho já fora sonhado e se estava vivendo ainda! lindo. o sol saiu e eles acordaram com o sorriso no rosto. tudo tinha dado certo! incrivelmente certo! dali,da cama não queriam sair.toda a diversão que precisavam naquela manhã,se encontrava ali,brincando de acordar ainda enrolados nos panos. as cores,nossa ela enxergava mais bonito. o corpo,se iluminava. o dele,mais perfeito não existia. brincaram,conversaram...ali mesmo despidos de qualquer impureza. incrível como as curvas dele a faziam arrepiar,sentir calafrios...e ele claro não sabia. tudo os atraía,o cheiro,a cor... e assim passaram o dia,todas as horas... se apreciaram sem moderação,se aplaudiram e se veneraram sem nenhuma preocupação. o dia fora lindo. o mais lindo da vida toda. .

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Filme Inédito 1

- Primeira parte - Nada parecia estar dando certo e dentro dela, a certeza de que esse nível de erro noturno continuaria e aumentaria. as mãos penduradas no telefone , a cabeça no travesseiro e a ideia passou pela cabeça a primeira vez ... na segunda , já não tinha como recusar,deixar passar outra vez... evaporar . foi preciso agarra-la , e logo saiu da boca atravessou o telefone e chegou à um ouvido distante . apoio imediato! empolgação contagiante! excitação espontânea! às 1:23 quase tudo planejado , só alguns detalhes sendo averiguados ... às 2:11 tudo arrumado ,tênis no pé, botão fechado,coração aos saltos, chaves na mão . com os passos lentos,calmos e silenciosos a 'fuga' deu certo. bom, agora ela só se preocupava com ele . onde estaria ,onde o encontraria, os sinais demorando pra abrir , a roupa , ele ! mais perfeito não existiria . tudo no tempo certo! lá estão,os dois chegando ao mesmo tempo no ponto exato onde fora marcado ,sim os dois corações . partindo ,no caminho pra festa dos sem juízo os olhares se cruzavam as mãos entrelaçavam os corações brincavam ... chegaram, os olhos brilhavam. os amigos dela lá sorrindo ,felizes com a presença que logo sumira . porque? estava com ele! bebida de fogo na garganta , uma novidade! -mais? -é claro! pequenos dançantes ,felizes por estarem juntos na aventura inédita . bebida gelada, na esquina tudo pra ela gira . ele se preocupa ,a mão se estende com todo cuidado e carinho existente . ao atravessar a rua ela diz sentir buracos no chão ,ele ri ainda serio ... a segura firme nos braços meio definidos, ela se sustenta . se senta . a preocupação evidente dele vai virando confusão na percepção dela. todo o peso do mundo cai nos ombros, a força se esvai ,mas do lado ele não sai . - chega! aqui não ficamos mais . ele a carrega ,ela se desinteressa do mundo . lá se vão,deixando a curtição de lado . mas nada fora em vão . .

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

é verdade sim.

Amor, até parece repetitivo meio sem fundamentos... parece só sair da boca. sim,só sair da boca é o mais provável a se fazer . claro que existem outras inúmeras formas de expressar,mas eu nunca me dei tão bem assim,nunca me aprofundei nas buscas e novidades... meu simples é simples demais. e só o que posso pedir é que entenda,aceite,acredite ; já tuas palavras, aah... cabem a elas todos os fundamentos do mundo. me guiam . o tal poder de fazer bem , sabe ... funciona. aah, o tal de deixar bobo também não fica atrás .. o sorriso nos olhos ali,visível para quem quiser enxergar . sendo mantido por todo o tempo ...nada forçado ,simples e amado ... e nessas condições, cabe à mim te fazer feliz todo o tempo. por todo o nosso tempo. todo o sempre.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

4D

Você diz pra eu me manter feliz mas esquece que com você tudo e qualquer coisa , é feliz fisicamente e além . nosso 4D funciona 25 horas diárias meu espírito se desprende do corpo , a alma voa , passeia por lugares desconhecidos,conhecidos,sonhados e planejados . as certezas que temos agora, surpresas não são . a certeza do agora e a certeza que queremos do futuro se fundem e criam uma atmosfera protetora pra nós... e quando nos lembramos de respirar ,estamos em estado de êxtase , horas já se foram , o tempo agora é curto e deve ser curtido eloquentemente daqui pra frente . a vida ,destino , força divina ou seja lá o que for ,nos apresentou de uma forma simples ,sem muitas apostas , nos mastigou um bocado e depois de tempos pisados ... nos mostrou o acima das nuvens . aqui , esquecemos de esquecer que nossas vidas não precisam de muitas coisas pra se encaixarem .. mas nossas certezas óbvias se fazem presentes a todo instante , a certeza que nos amamos , nos compreendemos , não somos hipócritas ,somos sinceros ,temos confiança e segurança um no outro ,química ,tesão e o mais importante além de tudo isso .. temos ânsia de crescer juntos. nossas forças já existiam , fato . mas agora ,no nosso tempo , nada significa mais pra gente do que as duas forças juntas . .

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Só viver.

relembrar ... achar estranho deitar pra dormir,sem sono e sorrir distraidamente tentar parar , concentrar... e pensar : cara , quanto tempo isso me faz falta?! não chegar numa resposta , pura frustração . e todas aquelas linhas e linhas com palavras,desejos e sentimentos alheios sentimentos momentâneos , mais precisamente, estranhos ... que só vão fazer sentido depois de lidos umas três ou quatro vezes , eles não se encaixam no teu ponto de vista se encaixam no de qualquer um , mas não no teu . eu gostaria de mais horas diárias, mais feriados , mais fim de semana , mais tempo com você ,pra você ... mais tempo pra paz , mais tempo pro céu , mais tempo pra viver eu gostaria de não sofrer de não deixar sofrer eu gostaria de viver mais só viver , não só viver mais pra mim e pra você . .

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Pô,amar é importante.

'Pô, amar é importante Cê não imagina a aflição que eu fico Quando estou contigo ou não estou Eu tenho dois amigos Se chego pra eles e digo Das nossas jogadas um pouco Por vezes curtem dizendo Você é muito louco Outras vezes nada, nada dizem Mas pinta um mal-estar em nossa cara Que tá nos olhos, que eles pensam Esse moço é neurótico Eu não sei o que cê acha Se sou gostoso ou bonito Eu só sei que ando um pouco oprimido Um pouco nervoso Por exemplo, quando vou te ver Não sei se boto o tênis bamba Ou se amarro os retalhos Eu só sei que gosto do seu corpo pra caramba Pô, amar é importante Cê num imagina a aflição que eu fico Quando estou contigo ou não estou' (Cássia Eller) .

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Surpresa!

Meus amados. não consigo e acho que não preciso mais de palavras.... as que existem,as que podiam ser expostas pra vocês, foram usadas se ditas outra vez,estarão gastas,é preciso inventar algumas novas pra que eu possa declarar tudo outra vez.de um novo jeito. minha existência minúscula e inútil nesse mundo tão grande é do tamanho necessário pro amor de vocês. obrigada ! por ontem,hoje e sempre sempre. .

domingo, 4 de outubro de 2009

Você ainda perde tempo?

Não tenta mais me atingir não. tuas balas já passam distantes demais eu só percebo o barulho agora. se atingir,deixa bater,doer, sangrar tenho bandaid em casa,acho que ajuda pelo menos a cicatrizar o ferimento tanta coisa bonita pra ser dita,tantas historias,lembranças,memórias... tantas revoltas... dá um tempo! olha em volta! acorda um pouco mais cedo e repara no céu, dorme um pouco mais tarde e conversa com a lua. tenta perceber o pequeno,o desprezado diariamente,o bizarro,o engraçado,o sério e o dramático toma outro gole de café,eletrifique-se! aproveite as horas,as poucas horas livres e as preenchidas deixa fluir não perde tempo com problemas anexos,escritas anexas permita-se e boa noite. .

sábado, 3 de outubro de 2009

E o que fazer com essa vontade estranha de descer correndo do ônibus, de não deixar quieto,de não deixar levantar..sair de perto de ouvir o silencio, de falar mais baixo,de entender os sorrisos de rir sem ter um porque visível de querer presente?

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Faço das tuas,as minhas.

"Muita gente ao me ver escrever deve se perguntar: "Porra, ele fala dos humanos dessa forma, mas será que ele não percebeu que tb faz parte desse conjunto?". Sim! Faço parte desse todo, sou contaminado, menino estragado, e é por isso que soa como uma auto crítica! Kem nunca teve nojo ou raiva de si mesmo por ser de uma forma? Seja com uma mania, um defeito, um impulso... Eu... kkkkkkkkkkkk... perdi as contas de tanto que já me odiei. Quantas vezes já não pensei em adiantar minha partida do conjunto. E acho que minha principal queixa é ser assassino dos meus desejos, das minhas vontades. Falar de si sempre foi complicado. Mas kem já não se "assassinou" nessa vida? Seja algo que vc kiria muito falar e se segurou, um abraço não dado, uma opinião não expressada, uma resposta mal dada. Ou kem confiou demais? Seja em um sonho, num familiar, em seu relacionamento, amigos... Maneira clássica de "assassinato"... confiar. Quase tão difícil de conjugar quanto o verbo amar. Tenso. Esses dias eu andei me perguntando bastante... e garanto que vcs já fizeram isso inúmeras vezes... pq? Pq confiei? Pq me doei? Eu juro, juro que o que eu mais queria era um metrô pra Marte. Pegava uma cor, num esbarrava com ninguém, deixaria de ouvir certas coisas, de ler, de respirar... NADA DE HUMANOS! Olha q beleza! E garanto que cada um aki tb queria um planeta pra fazer de SPA. Praticamente um retiro. Longe de tudo e todos. De omissões.... com pais, com os amigos, com o mundo. Mundo. Palavra bonita... de significado feio." 'F! .

domingo, 27 de setembro de 2009

Cama de gato

Meu pulso dói de tanto apoiar na mesa de vidro já não tenho muita coisa pra ver e/ou achar graça... está tudo meio normal meio tedioso. dai uma palavra cheia de desejo puxa uma resposta com o dobro. o desejo consome,faz arrepiar... ah,uma musica pro 'momento. qual? agora tanto faz. me eletrizou. e eu começo a cuspir os pedaços do que venho mastigando na boca dando corda pra me inforcar. aah me matar.... morrer feliz? só com palavras não. quero mais e você também quer? querido,tenta segurar a corda na mão por mais um tempo? me sinto numa cama de gato e se você estiver na cama,dê o máximo de corda possível preciso me enrolar melhor. me enrolar melhor em você... aqui,na nossa cama de gato, escondida debaixo da língua. .

sábado, 26 de setembro de 2009

Exceção

Ele me inspira me salva e me guia. se torna luz onde a maioria só enxerga escuridão faz o extraordinario se superar. faz as horas seguirem devagar... faz o dia durar faz a madrugada animada e feliz. ele traz paz. essa paz que do fundo da alma,brinca,joga,seduz e conduz... esse coração do tamanho exato de um abraço gostoso o completo em pessoa ele é a exceção à regra! .

A Ponta de um Iceberg

Compromisso poderia ser, alternativa do que é vivaz Mas não é o caso, se foi descaso, quem mentiu? Não fazer o suficiente ou por fazer demais... Afinal, qual é a medida, me diga, e quem mediu? Oh oh Viu essa dor que ninguém ver Anil era a cor que mudou de acordo com o que você sentiu Indicador, aponta de um iceberg liquefativo o fato: Você existiu... Em qualquer conjugação do verbo existir Oh oh Na falta que você me faz do tempo que não volta atrás (jay Vaquer) . preciso ouvir todos os dias. é minha oração,minha reza! apenas AMO.

sábado, 19 de setembro de 2009

Como foi o seu sábado?

(o meu foi assim) O celular tocou,era ele,meu pequeno... -to chegando eu corri,tentei chegar antes na estação... me joguei escada abaixo,olhei prum lado,nada,pro outro e lá estava ele. simples,mas diferente.calça quadriculada,camisa com alguma coisa de duplo sentido que eu adorei e o mais engraçado, de chinelos :) corri,sorri,dei o tal abraço de urso prometido tantas vezes,encaixe perfeito,quase choramos... mas sorrimos. difícil e demorado mas conseguimos.olhares de surpresa,tentando arrancar alguma coisa boa e só sorrisos saíam. sentamos e conversamos.voltamos ao que nos machuca e lembramos de coisas boas,as tais coisas boas que consumiriam nosso dia.pelo menos era o prometido e o esperado. -e aí,o que vamos fazer? entramos num trem,risadas e mais risadas,bateria imaginaria e musicas decoradas. pra onde? não sei. derrepente,celulares de ultima,crianças bochechudas e fotografias nas paredes em alguma estação *-* -podiam fazer isso em todas as paradas. aah,as fotos,tão chamativas...falamos sobre os detalhes,alguma coisa de técnica de fotografia,edição e andamos.uma piada boba,ele não entendeu,refez os passos e voltou rindo. -tenso! mas e aí,o que vamos fazer? ideias. -cliks na praia? -ta bão. saímos do trem,andamos meio perdidos de primeira...nos encontramos e partimos. mais alguns passos e um susto. HÁ! rimos da quase desgraça! e mais alguns passos,areia. ali na frente tem um ponto mais alto.subimos,clicamos e conversamos...planos,desejos,mancadas... outra ideia! pegamos uma reta,andamos,falamos,rimos,calados em alguns momentos,pensando e ao lado uma rua com uma ponte. cliks e mais cliks. andamos mais e logo chegamos no tal destino secundário.... agua de côco,aula de fotografia 0800,quase uma hora tentando algo impossível depois de um tempo,banheiro publico,gargalhadas,cliks... tarde já.o sol foi embora e nós ficamos.... andamos,comemos,rimos,andamos mais...e lá na frente,outro trem. destino? qualquer lugar,menos nossas casas! um lugar vago,eu sento e o coloco no meu colo,ele perde o equilíbrio muito fácil,tive de segura-lo pra não cair :) depois de alguns minutos de espera com risadas e quase tombos :) outro trem.mais uma vez,bateria imaginaria e musicas decoradas... silencio dos dois,talvez cansaço,sono ou só o momento pedindo isso. minha cabeça caiu no ombro dele,confortável... a dele,apoiou na minha. tudo isso e o silencio,a musica rolando e os olhos pesando. estávamos bem,os dois sentindo a mesma paz.não precisávamos de mais nada naquele momento. e com ele deitado no meu ombro,vi que o dia tinha passado rápido demais e ainda faltava muita coisa pra aproveitar... meia hora depois,chegamos. mais alguns minutos pra despedida? sim,porque não?! sentamos na plataforma e conversamos mais! são tantas coisas... mais cliks,mais risadas,agradecimentos,abraços de urso e satisfação. a satisfação nos consumia....a felicidade presente,visível nos olhos . a saudade já aparecendo,dando sinal... e o trem dele chegando...o abraço que se encaixa muito bem,um beijo forte e um tchau. o tal tchau que se negava a sair da boca,não queria sair da boca. até a próxima pequeno. guarde mais um pouco dessa dose de felicidade pro resto da semana... logo,logo essa dose será reposta,pode acreditar. agradeço por fazer feliz quem quer te ver feliz! ;*

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Inferno Astral

Li em algum lugar na internet que,trinta dias antes do teu aniversário,começa teu INFERNO ASTRAL. Bom,de fato, o meu começou.não sei se saio dessa,se melhora ou piora. só sei que tudo realmente parece dar pra trás :/ No dia do teu aniversário,os planetas se alinham perfeitamente, da mesma forma de quando você nasceu. Tudo melhora,passa a dar certo...praticamente uma nova era :) é,eu não sei...mas dizem que é como vudu,se você acreditar,acontece. e eu espero muito que de certo (y) preciso dessa boa fase . essas coisas ruins estão durando muito tempo. até parece uma cãibra,você quer que acabe mas ela ainda está ali,contraindo os músculos . porra que saco!parece não ter fim por mais que eu queira ¬¬' é , já não basta a pressão NATURAL que força mais e mais a cabeça... esses anexos permanentes e duradouros estão estragando o que me resta pra pensar. nada se resolve! quero soluções!!! sei que parada nada anda.... :/ mas se me mexer as cartas caem. .

domingo, 13 de setembro de 2009

Nosso líquido da felicidade momentânea

Aah.. passar a manhã,a tarde e a noite com as pessoas mais felizes (pelo menos momentâneamente) que eu conheço é bom demais :) todos sentados na grama,rindo das palavras bobas,sentindo o sol,bebendo alguma coisa sem nome definido,esperando que o dia não termine cedo como sempre acontece,tentando fazer graça,rir das besteiras e fazendo rir,não deixar nada atrapalhar é a meta,só o que se quer é passar o dia rindo,esquecer que tem casa,pais,almoço,cachorro... derrepente sentir as pernas cambalearem,os olhos atrasarem as imagens com os movimentos rápidos,sentir o coração pulando e batendo forte na grade das costelas,e você sabe que está feliz mesmo faltando alguma coisa. ri da cara deles.alguns falam de musica,outros de física e química (por mais incrível que pareça,sim eles falam) e você pensando nesse momento que não vai esquecer nem tão cedo.esperando mais desse dia. participando parcialmente das conversas,mas nada concreto sai da boca,só palavras inúteis. e alguém diz que você passou da conta. você diz que não e procura a garrafa mágica com um líquido não identificado e molha a boca. mais uma onda de felicidade momentânea. só o que é preciso. e todos reparam depois de muito tempo que o líquido feliz já está chegando ao final :/ triste,alguém tem que ir. se lembrou que tem casa,pais,almoço e cachorro. ele não decide,vai não vai... faz um xamego,fala mais um pouco e depois de um tempo,se despede e atravessa a rua,saiu de vista. a alegria continua pra quem quer que continue. as horas passam,o sol muda,as costas ardem menos,a grama faz coçar os braços,o liquido acaba. alguns se perdem,se beijam. outros encostam nos mais próximos,conversam alguma coisa triste de coração.alguns segundos de silencio para pensarmos sobre,alguém solta uma piada. :) é divertido ver as caras de derrota.o efeito do liquido. a coragem e o sono cravados no mesmo ponto dos olhos de todos. mais alguém vai embora. triste,mas a bagunça continua e dura,dura....dura.e mais alguém chega. noite já,outra bebida não identificada corre de boca em boca,cabeças pesam,musica de fundo faz balançar,mexer o corpo,sacode a mente confusa demais. mais alguns beijos. alguém levanta e puxa um tipo estranho de dança.todos entram na brincadeira. uma garrafa miúda vira bola nas nossas mãos. rimos de nós mesmos e dos outros que não participam da felicidade momentânea conjunta. suor,sede,fome. e alguém passando mal. :/ já era de se esperar. corre pro banheiro mais próximo, você acompanha,tenta ajudar, mas o amigo não melhora. -lava o rosto,molha o cabelo e respira. a resposta - eu to bem. você sabe que não e não o deixa sozinho. segura pela mão,guia. ele deita no colo,reclama de dor,você faz cafuné,tenta acalmar e não abandona. ele não parece melhorar,até que o mal interno vira externo e escorre pelo chão. você se alivia pela dor do amigo ter diminuído. ele se sente melhor e lá vai mais um embora. triste mas necessário. os que sobram se despedem e se vão. cada um com seu caminho,cada um com sua cabeça cheia,com a fome na barriga e a garganta ardendo de sede. fim de um dia que desde cedo soube ser curtido. .

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Meu sono

Cheguei no meu quarto com o cansaço nas costas... tirei o tenis rasgado e o joguei debaixo da cama (sem pensar que de manhã acordaria atrasada como sempre e o procuraria pela casa toda sem nem lembrar onde o deixei) olhei meu rosto no espelho,fiz algum comentário sobre meus olhos e a boca e dei um meio sorriso. fechei a cara. meus ombros pesaram, olhei pro lado e vi meu desejo absoluto,me cegando nesse meio tempo... minha cama. ah,tão macia e confortável,tão chamativa depois de um dia tão quente e exaustivo! não resisti. dei um tipo estranho de pulo em direção ao travesseiro,quase caí certo. me ajeitei,subi mais um pouco pra ficar perfeitamente confortável,me cobri,coloquei meu fone,liguei o modo 'repetir faixa' e pensei em como foi o dia,o que devia ter acontecido,o que aconteceu de errado e o que eu não deveria ter feito... aos poucos a musica foi tomando o espaço que tentava manter firme em minha cabeça e eu comecei a não reconhecer os instrumentos,nem identificar as vozes, não estava pensando em nada... o sono chegou.veio devagar e pelas bordas anunciando o fim de mais um dia rotineiro. meu dia rotineiro de perguntas sem respostas. .

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Boneca

Aquela garota... a mais bela dos teus sonhos,foi jogada fora. como boneca sem braço,foi descartada da brincadeira. ele acreditava nos teus passos de balé,boneca. ele confiava nos teus lábios finos... ele ria do sol no teu cabelo,pequena. e você o arranhou no pescoço. a linda boneca de roupas claras e rosto de fada,fora mutilada. olhos furados,boca costurada,roupas rasgadas... não nos olhe com esses olhos fundos,boneca. você quem pediu. você quis assim! ótimo fim para um conto de fadas,não?! boneca. .

Portugues torto

ele diz que eu tenho poder. o poder de usar as palavras certas para atingir teu coração. eu tento.nada mais! ele diz que eu,que não uso palavras difíceis e não tenho frases marcantes,digo mais a verdade com meu português torto,do que muitas pessoas. o que me faz feliz é saber que ele entende e aceita o meu português torto. ele sabe que o armado não sai perfeito. e sabe que o perfeito não existe no nosso vocabulário. .

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Hora pra dormir

Ele tem certeza das palavras. as belas palavras que saem da boca,tremem a língua e causam impacto inesperado. e é possivel ver nos olhos firmes e cansados,que ele é forte. mas a força cansa.pensar cansa e seus pensamentos duram a noite inteira. ele não tem hora pra dormir. nega o sono como quem nega dor de amor... aceita as circunstâncias.elas são a evidencia maior. ele pensa em sumir,criar um amigo imaginário para poder confiar e esquecer. esquecer as palavras,o rosto,a voz, as fotos... esquecer que um dia teve vida. esquecer da vida é o que ele quer. engole o choro,não é digno. não por isso. . (especialFox)

domingo, 6 de setembro de 2009

Numa unica linha reta

Você vê aquela menina alí sentada? procurando algum outro tipo de brilho no chão que reflete o sol de fim de tarde... e ela parece se prender nas sombras, tenta decifrá-las... e nada. nenhuma delas parece ter sentido. mas ela procura além dos sentidos. ela procura o que não se pode ver. e nem o céu laranja da tarde vai dizer o que ela quer ouvir... e nem o brilho no chão,que ela tanto observa vai mostrar onde ir... e aquela menina alí sentada,se perde em sombras e luz laranja. num curto período de tempo,ela aprende que as coisas nem sempre tem respostas para o que ela pergunta. você vê aquela menina alí? ela ja chegou na estação... o caminho dela é um só. todos os dias,numa única linha reta e o destino pronto. sem curvas.sem tempo para grandes escolhas. .

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Linda Inclusão

Sinto os meus olhos pesarem enquanto penso em você e vejo a linda inclusão que fiz. parece estranho mas a vejo em meu lugar em tudo o que passou e em um futuro que imaginei pra nós dois. intrusa,parasita sem coração. por mais que exista amor em mim,a parasita te envenenou e o veneno correu rápido nas veias, direto pro coração. fatal. e você também não se negou queria.gostou.abusou. e quer mais,como um bêbado fareja álcool no ar... sirva-se. meu sangue já errou de veia e se perdeu.talvez até fora consumido pelo tal veneno que a cada minuto te devora com a mesma intensidade na qual eu te devorei e quero devorar mais. até o osso. lamber os lábios e dizer 'quero mais'. mas a fome da parasita é tudo o que você quer. peça, e talvez terá. .
hmm... me lembro desses ultimos dias e respiro fundo,sinto o ar misturado com a poeira ardendo no meu nariz e descendo pela garganta até meu peito rasgando meu interior como navalha.... nunca imaginei que seria tão dificil respirar sem você. rs .

Não confie tanto assim

Já te disse? até pensei em desistir e mais de uma vez. não aceitei, não entendi mas nunca fiz. uma prova de que nem tudo que digo,faço. então,não confie tanto assim em mim... mantenha um pé atrás pra você conseguir virar,dar enpulso e correr. peço pra não parar e olhar pra trás... você não quer me magoar, não é?! .

O tempo virou areia

Não escrevo tão bem quanto ela minhas palavras são comuns e com sentido óbvio... também não me perco em virgulas nem invento realidades.... o que escrevo me descreve até quem não me conhece entende. ela é o máximo da perfeição que você vai tocar aproveite enquanto é tempo. eu me contento com o mínimo que tenho e espero compaixão alheia.... o tempo virou areia só o que restou foram poucos grãos colados no suor que marcou a mão. .

Eco

Ela ouviu os sinos e se pergunta até hoje se ele ouve por mais alguém... claro que ouve! ela escuta o eco nas paredes bate,volta e viaja por todos os lados submerge qualquer um na musica... é bonita,tua nova cantiga de ninar. .

Linguas

não quero ouvir o que dizem as más línguas quero a tua na minha e só. .

Minha Sanidade

Um dia me disseram 'Hey,você tem humor negro.' nossa,não esperava essa.não mesmo. só sei abusar da situação,entrar no jogo e me fingir de boba (não sei jogar) me dói os dentes de tanta pressão na cabeça acho que vou enlouquecer antes do tempo estimado vou ficar bem. eu acho. vou tentar pelo menos e espero que suas palavras bonitas ainda façam sentido pra mim...mesmo louca. ah,e obrigada por roubar minha sanidade. faça bom uso dela não vou precisar... não existe mais você em mim. .

Sorriso

Recebi um sorriso hoje Lindo! o mais puro,verdadeiro e emocionante que já vi na vida (ou nos últimos anos) Lindo! boquinha pequena acompanhada de alguns dentinhos ainda em formação e uns olhinhos brilhantes e miúdos... esperei,mas o sorriso não voltou. gostaria muito de revê-lo dizer um 'Oi' mas ele se foi. inocente,feliz e marcante vou lembrar desses olhinhos... do sorriso principalmente. vou precisar. .

Idiota!

Maldito coração idiota. súdito do amor. grande bombeador de sangue pare de bater forte nas minhas costelas doloridas suas batidas são martelos no meu estômago pense em mim pelo menos dessa vez eu amo você coração idiota. .

Olhos,mãos e boca

Ela não sabe mas tudo o que ensaia no espelho é pra ele. caras,bocas,palavras... quer impressionar,fazer os olhos claros dele correr pelo seu rosto e corpo. coitada.nem rosto nem corpo. ele simplesmente entende a cena. sabe que não passa de um texto gravado na madrugada sem sono. ela insiste... ele persiste... ninguém se fala nem se toca são olhos,mãos e boca. ela quer um submundo ele,um escudo mas ela se enrolou no texto estragou a peça ele, saiu da plateia. .

Coleção

Vamos lá,só mais um corte,furo,rasgo para a coleção. o que acha,acima ou abaixo do coração? ah... me dê uma dica não consigo me mover sozinha vou precisar que suas mãos façam todo o trabalho você acha que consegue? vamos,eu acredito em você. (confio em você) sei que vai fazer um bom trabalho. .

Silêncio

Ela gosta de palavras mas se calou com o silêncio. apreciando as pequenas coisas os detalhes que não costumava ver.... as lágrimas escorrendo no rosto,passando pelas mãos e secando no chão. e o maldito tempo não passa pra ela. lembra das palavras de consolo? tais palavras que movimentam seu mundo,agora inútil. ela pensa que ele usa o silêncio como arma para atingi-la... e o projétil bate forte.dói. mas ela sabe o que é dor? talvez não tenha nem dimensão dessa palavra.... ela se cala... mas ele não chora. .

Giz

Esperei com um certo êxtase no corpo aqueles pés atravessarem a porta e aqueles olhos me encontraram não sei se sem querer... e aguardei os dedos longos se sujarem de giz como sempre acontece... os dedos e o giz finalizando com letras soltas alguma frase genial e a frase sobrevivera um bom tempo no fundo escuro do quadro.... Ele com aqueles olhos ainda vidrados,esperança na boca e eu com cara de boba,gravando como o giz todos os movimentos.... me sentindo insegura querendo fazer parte da esperança... mas na boca já não há espaço. nas mãos sujas de giz,talvez?! não mais. nem ali eu tenho mais espaço. não mais. .

domingo, 30 de agosto de 2009

Teu nome junto do meu

Quero esquecer como respirar enquanto nos beijamos dividir uma vida,uma história... quero um quarto escuro,só eu e você, e acredite,nós podemos iluminá-lo. abra seus olhos e repare em mim,eu estou aqui na sua frente de braços abertos esperando seus três passos em minha direção... não vou te fazer perder tempo... só quero uma chance e poder escrever no canto de um caderno qualquer teu nome junto do meu. .

Para um Deus

Perdida entre abraços e poemas colados nas paredes observo o infinito que é o nada,deitada no teu peito redescobrindo sentimentos frases perfeitas que fariam a beleza mais fiel do mundo cair aos teus pés de puro carinho e romance... poemas nas paredes, lembranças permanentes de um passado que não deveria ser bem vindo. musicas feitas exclusivamente para um Deus... mas uma solidão de quebrar corações... um sorriso temporário de iluminar noites inteiras... Momentos únicos,especiais,silenciosos e marcantes de um acontecimento repentino,inexplicável e leigo de futuro próximo. .

Só eu,mais ninguém

Folhas soltas num caderno qualquer
Desejos e expressões escondidas por trás da máscara...
Você não me vê aqui sentado, tão próximo, em frente a sua casa esperando você passar e não me ver.
Você e sua bebida quente,
Lábios frios... choque térmico na minha cabeça.
Cabelos dançantes com o vento leve, passos lentos de quem não tem hora marcada pra sumir.
E me aparece de novo em dois tempos.
Mais rápido que trovão, você aparece e some. Me deixa jogado, imaginando perversão minha mente solitária se distrai com coisas estranhas e desejos...
Segredos que só eu sei que você tem.
Vejo no teu rosto frio mais ninguém.

Ainda penso em você

Mudança de planos foi um erro.
Aceite. (tente aceitar)
Um coração que ama não aguenta tanto sofrimento e o amor é uma doença mental.
Aceite.
Acabou.
Agora brinque com a solidão enquanto pode, enquanto ela te persegue, enquanto ainda penso em você... Escreva no seu diário que me odeia, que me amou e que sabe que eu ainda penso em você da mesma forma que antes.
Mas chega de sofrer. Prefiro perder um pedaço do meu coração a ter que sofrer ao teu lado.
Peço desculpas por tudo.
E obrigada por fazer da minha vida um infinito de sofrimento e sentimentos não correspondidos.
Sinta-se à vontade pra invadir meus sonhos e arrancar mais alguns pedaços do meu coração.

Me sinto bem

Minta!
Tome mais um gole do vinho mais doce e fuja dos meus abraços mais uma vez... 
Ter você comigo é uma ilusão que eu criei para me sentir bem. Mentindo para mim mesma,me sinto bem.
Seguindo teus pensamentos infinitos correndo com o tempo tentando voltar a realidade sem minha mentira feliz.

Te prender em mim

Dizem que sou louca, que sou jovem... não me conhecem.
Sou seu medo, sou o que há de errado na tua vida.
Me fazendo de inocente, consigo te prender em mim por mais alguns minutos.
Vejo tua cara, você não consegue me deixar... não dessa forma, com tudo acumulado sem solução.
Me olha com carinho e eu com nojo de mim por ter feito o que fiz. não devia. Escolhas erradas, talvez por confusão... pensamento distante em quem eu acho que magoei.
Me imaginei ali, parada sem reação e sem coragem de pedir desculpas pelo que fiz.
Sei que o sofrimento te bateu à porta em algum momento. Me desculpe, não foi a intenção jogar na tua cara outra vez... agi sem pensar. Coisa de instinto.
Me condeno por isso! me odeio por isso!
Mas digo outra vez, mais uma vez perdão.
Talvez dessa forma, vou conseguir me auto condenar e ver tão claro quanto água o erro que cometi e o quanto me arrependo.
Adorar uma pessoa como você tras sentimentos além do comum...
Me deixa sem fala e com lágrimas nos olhos.

sábado, 29 de agosto de 2009

Culpa

Transfira sua culpa pra mim. Mas sem dó
Me tenha como um estranho e não pense no estrago que vai causar... Apenas transfira.
Transfira tudo o que te rói por dentro
teus sonhos,pesadelos e faz de conta.
Crie em mim um refúgio, um lugar pra onde fugir... deseje minha pele como uma planta que deseja luz em dia de sol para sobreviver.
Quando menos esperar, quando teus olhos se perderem no escuro, eu estarei nos teus pensamentos mais intimos de subconsciente onde está tudo o que você deseja ter mas não tem.(por ser fraco!)
Seja fraco. Mas não sempre e por favor,não se esconda atrás de outras pessoas eu te acho... e quando achar,
quero que transfira sua culpa pra mim.