quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

A apenas alguns dias de comemorar mais um ano de vida do motivo que me fez vir ao mundo, o grande motivo da minha existência, me pego lembrando de tudo, em flash's e isso, vendo dentro dos olhinhos dele enquanto ouvia Frejat.
Ele que nasceu com pouco mais de três kilos, careca, de parto normal ainda que, com três voltas do cordão umbilical no pescoço, de olhos bem abertos e berros agudos pra avisar ao longe sua chegada, me ilumina a cada manhã sem precisar de explicação alguma. 
Ele por si só é o meu viver.
Como se agora, minha obrigação aqui, fosse só e somente direcionar os passos dele no caminho certo sem deixar de registrar um por um.
Da hora de levantar ao banho, da hora de brincar a hora de guardar os brinquedos, da hora de almoçar a hora de escovar os dentes, tudo, absolutamente tudo, é como se eu estivesse fazendo pela primeira vez a cada dia mas com detalhes novos.
E entre tudo isso, me pego reparando em cada cacho de cabelo, cada curvinha das costas, cada costela, cada unha do pé que é uma xerox do meu... os cílios longos, os dentes afiados, o joelho ralado e o umbigo num circulo perfeito. Cada canto dele é surreal! Cada gota de lágrima, cada risada esperta, cada pérola que ele me diz durante meu dia difícil.... tudo nele é amor.
Tem ligação com tudo que a gente ouvia desde o inicio, eu pelos ouvidos e ele através da barriga.
Ama as rimas, as batidas... dança como se não estivesse alí. Ri com a pureza mais linda dessa vida e diverte a quem estiver por perto. Meu principezinho de cachos claros e olhos de jabuticaba! 
Todo mundo sempre falou dos olhos dele... 
Profundos, calmos e de uma fixação extraordinária. Ele vê teu coração pela íris.
E desde a barriga, quando estranhos me paravam na rua desejando tudo de mais lindo pra ele, eu soube que valeria cada segundo de dor, de desespero, de medo e de coragem pra enfrentar tudo. E passaria por cada dor e sofrimento de novo, e de novo, e de novo, quantas vezes fosse preciso!
No meio disso tudo, esbarrei com gente gentil, gente fraca, gente amiga, gente sem noção do quanto tudo isso foi e é mágico.
Gente que talvez não mereça descobrir o que é todo esse amor, gente que realmente não quer descobrir e gente que conheceu, descobriu e que ficou apaixonado pra sempre mesmo só tendo provado alguns goles mas que valeram pra vida toda, dou minha certeza.
E me peguei olhando de novo, debruçada na grade do berço, o soninho mais sereno e o respirar profuuundo de quem definitivamente conhece os anjos.
Meu cristal, precioso do carinho mais verdadeiro e dono do beijo babado mais delicioso de toda a terra!
Mãe é ser quem você nunca achou que seria pra alguém no mundo... é ser toda uma constelação dentro de um outro coração feito pra caber em você.

Eu te amo meu viver, eu te amo demais além dessa vida :')

- A mamãin

Nenhum comentário:

Postar um comentário